Habitafor reúne famílias beneficiadas no Residencial Alto da Paz

Habitafor reúne famílias beneficiadas no Residencial Alto da Paz 1

O encontro foi uma iniciativa da titular da pasta, Olinda Marques, com objetivo de levar esclarecimentos às famílias, principalmente, nas demandas relacionadas à documentação e ao andamento da obra. “Embora seja uma taxa simbólica que eles irão pagar em razão da qualidade do empreendimento, eles vão iniciar um relacionamento com o agente financeiro rigoroso em seus critérios de aprovação e para isso terão que estar com os documentos em dia e nomes sem restrições. Sobre a obra, ela está com a parte física praticamente concluída e agora vamos partir para a questão documental”, afirma a secretária.

Para um dos futuros beneficiários, Ronildo Alves, a reunião foi esclarecedora e já espera ansioso pela casa nova. “Foi um encontro que tirou as nossas dúvidas quanto à documentação e sobre o nosso grau de prioridade na entrega dos apartamentos, de acordo com a secretária nós somos prioridade, conforme se comprometeu o prefeito Roberto Cláudio. Estou contando os dias para estar na minha casa”, disse.

Documentação

As famílias devem entregar a documentação necessária para a contratação junto ao banco, que segue os critérios do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV): atualização do Cadastro Habitacional e do Número de Identificação Social (NIS). Ambos podem ser feitos nas Secretarias Regionais. Também devem ser entregues RG e CPF. Para os beneficiários que são casados, é necessária igual documentação do cônjuge. A renda total da família não pode ultrapassar R$ 1.800,00.

Famílias

Essas pessoas integram um grupo de 320 famílias que ocupavam o local onde está sendo construído o Residencial Alto da Paz. Em 2014, para a desocupação do terreno, o prefeito Roberto Claudio se comprometeu em incluir as famílias no primeiro empreendimento erguido no local, sendo elas submetidas às análises das instituições oficiais de crédito junto ao MCMV.

Residencial Alto da Paz

O residencial tem apartamentos de dois e três quartos, além de sala, cozinha, banheiro, distribuídos em unidades que variam de 48m² a 58m². Os padrões de acessibilidade também estão em 56 desses apartamentos, devidamente adaptados para receber pessoas com deficiência. A estrutura do prédio recebeu ainda portas e janelas todo em alumínio, respeitando as condições do clima da região, além de 359 vagas para automóveis. “A obra está quase pronta e logo o prefeito Roberto Claudio vai entregar novas moradias a famílias do Serviluz, Castelo Encantado e outras comunidades que vão habitar aquele empreendimento”, destaca a secretária Olinda Marques.

Segunda etapa

O empreendimento Alto da Paz terá ainda uma segunda etapa com 317 apartamentos que irão receber famílias desapropriadas pela construção da linha do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). As moradias do Alto da Paz 2 têm o mesmo padrão dos demais apartamentos e estão com 25% das obras concluídas.

Os dois residenciais, que são paralelos, contarão com uma linha de ônibus que passará pelo empreendimento, além de toda a infraestrutura básica de drenagem, saneamento, água e luz. O Residencial Alto da Paz tem recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e contrapartida da Prefeitura e do Governo do Estado.

Fonte: Prefeitura de Fortaleza

Related posts